Busca:

Eventos e Notícias

ÉTICA 2008/2019

Data: 29/03/2019 - 12:04

Em 2008 alguns associados da AOJA resolveram formar um grupo para disputar a gestão que se iniciava em abril daquele ano.

Tal grupo foi denominado de ÉTICA.

Nos primeiros dois anos de gestão na AOJA foram feitas correções administrativas que entendíamos necessárias. Corte de custos e adequação de orçamento foram necessários para que pudéssemos desenvolver nossos projetos administrativos, ou seja, aqueles que só dependiam de nós mesmos.

Criamos um site mais moderno, hoje já com 11 anos, e com isso deixamos de publicar o jornal mensal que era muito oneroso. Também nesse período fechamos uma de nossas sedes administrativas que ficava dentro do Fórum Central, pois seu custo de manutenção era enorme, considerando que o Tribunal de Justiça começou a cobrar aluguel pelo espaço e não aceitamos os valores propostos. Ficamos tão somente com a sede administrativa atual e a modernizamos, adquirindo móveis e computadores mais modernos.

Também reduzimos o quadro de funcionários, tendo em vista que com as novas tecnologias, o acesso aos associados ficou mais fácil e não havia mais necessidade de um custo tão alto como outrora.

Com essas mudanças conseguimos sanar dívidas em bancos e aquelas decorrentes de processos judiciais.

Com esse forte corte de custos voltamos nossa atenção para a sede de lazer da AOJA, até então utilizada somente em festas anuais, com muitos convidados e poucos associados.

Nosso projeto de transformar a sede de lazer em um espaço para associados foi um sucesso ao longo dos 11 anos em que a ÉTICA geriu a AOJA.

Reformamos a casa do caseiro, construímos novas suítes, reformamos as quatro antigas, todas com TV e assinatura SKY, climatizadas, além de uma cozinha coletiva para as emergências. Construímos dois quiosques com excelente estrutura (churrasqueiras, mesas, cadeiras, louça, TV com assinatura SKY, freezer, fogão e som). Reformamos e modernizamos o restaurante, construindo banheiros modernos, cozinha industrial e climatizamos o ambiente.

Modernizamos a piscina, antes sem a menor condição de frequência, pois sem cadeiras, guarda-sol e espreguiçadeiras adequadas. Trocamos o entorno de cerca de madeira por vidro e reforçamos sua estrutura.

Reformamos a sauna, criamos depósitos de material, ornamentamos a sede de lazer com jardins e grama, brinquedos para crianças, reformamos o campo de futebol, quadra com cesta de basquete, espaço para voleibol.

No final da gestão inauguramos uma salão de jogos multifuncional de 160 metros quadrados, com mesas de jogos diversos, totalmente climatizado, instalamos câmeras de segurança, na sede e no entorno, e contratamos sinal de internet para o uso dos associados.

Outro ponto importante foi a atuação da AOJA nas questões jurídicas. Um departamento jurídico forte e competente que atende os associados da AOJA na capital e no interior. Recentemente obtivemos significativa vitória em ação coletiva que beneficiou centenas de aposentados que foram preteridos quando da transformação da carreira em 2002. Conseguimos fazer a justa equiparação e a maioria recebeu significativas quantias administrativamente, sem prejuízo das execuções judiciais de períodos não prescritos. Tramita ainda outra ação coletiva que visa corrigir as distorções causadas quando da implementação da atual carreira, em 2005.

Conseguimos também aumentar a gratificação de locomoção, acabar com a exigência do pregão, dobrar o prazo para o cumprimento de mandados e em dias úteis a contagem, com o cumprimento de mandado de prisão em áreas perigosas, a edição do Provimento 22/2009, que resolveu inúmeros processos disciplinares que nos eram impostos por nos negarmos a colocar nossa própria vida em risco, a regionalização de mandados que facilitou o cumprimento das diligências. Em parceria com o Sindjustiça obtivemos o auxílio-educação, a previsão do triênio em nosso plano de cargos e salários, nos protegendo da tentativa de exclusão pelo então Governador Cabral. Participamos, também em parceria com o Sindjustiça e com o Sinterj, de inúmeras reuniões para reivindicar os reajustes anuais, melhoria de outros auxílios etc. Essa parceria foi fundamental para sobrevivermos a atual crise que assola o Estado do Rio de Janeiro.

No final da gestão ainda obtivemos êxito na edição da lei que nos concedeu passe livre nos diversos meios de transporte público no Estado do Rio de Janeiro, como metrô (dependíamos de convênios), ônibus, barcas e trens.

Transparência, honestidade, diálogo, argumento e eficiência. Essas foram nossas premissas. Sem brigas, discretos e solícitos fizemos o possível em nossa política de resultados e sem falsos alardes.

Entendemos que nosso tempo acabou, por isso resolvemos não participar mais da gestão da AOJA.

A renovação é importante e toda a transição tem de ser feita no momento adequado, daí nossa decisão de não pleitearmos um novo período na AOJA.

Desejamos ao novo grupo que assume a AOJA uma administração profícua e repleta de conquistas, afinal, somos todos Oficiais de Justiça Avaliadores e associados da AOJA.



ÉTICA
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

Área do Associado

Login:
Senha:
Esqueceu a senha?
Cadastre-se já!

Newsletter

Preencha o cadastro abaixo e
receba novidades e o boletim semanal da AOJA por e-mail.
Seu Nome:
Seu E-mail:

Galeria de fotos

Acesse nossa galeria de fotos Clique na foto e confira mais...

Sedes

Sedes Acesse nossa galeria de fotos. Clique aqui e confira mais.

AOJA/RJ

Av. Erasmo Braga, 255 - Sala 501 e 502 - Centro
Castelo - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20026-000
Fone: (55 21) 2533-5529 // 2240-2446
Tel/Fax: (55 21) 2533-4689
E-mail: contato@aoja.org.br
Desenvolvido por Internit